Caso da morte de Loir Dreveck terá audiência no mês de junho

Por Jornal Oreginal 28/04/2017 - 16:26 hs

Caso da morte de Loir Dreveck terá audiência no mês de junho
Loir Dreveck foi assassinado a tiros no último mês de dezembro. Foto: Arquivo/O Regional

O processo envolvendo os acusados de terem encomendado e praticado o crime que culminou na morte do prefeito eleito de Piên, Loir Dreveck, terá mais um importante capítulo em junho. Na ocasião, será realizada uma audiência para colher provas sobre o ocorrido, podendo-se, a partir daí, ir o caso a júri popular.

No início deste mês de abril, todos os quatro acusados apresentaram defesa preliminar. “As teses de defesa foram então afastadas e designada audiência para instrução do feito e admissão da acusação”, cita o Promotor de Justiça de Rio Negro, Juliano da Silva. Com elementos suficientes, a audiência foi marcada para o mês de junho.

Segundo o promotor, foram reservados três dias para esta audiência, em razão do elevado número de testemunhas e de sua complexidade natural. Acaso procedente, se houverem provas suficientes, o caso irá ao júri.

São acusados de envolvimento o ex-prefeito Gilberto Dranka, o ex-presidente da câmara Leonides Maahs e também Orvandir Arias Pedrini e Amilton Padilha. Eles respondem por duplo homicídio, já que em dezembro do ano passado, na semana anterior ao atentado contra Dreveck, teria sido morto por engano Genésio Almeida, supostamente confundido com o então prefeito eleito.