Seja bem vindo
Curitiba,21/02/2024

  • A +
  • A -

Prefeituras da região se reúnem com cooperativas para aumentar as compras da agricultura familiar

Encontro promovido pelo programa Matas Sociais, da Klabin, e pelo Comitê Territorial Vale do Tibagi reuniu 14 municípios dos Campos Gerais


Prefeituras da região se reúnem com cooperativas para aumentar   as compras da agricultura familiar

Paraná, 30 de janeiro de 2024 – Como as prefeituras podem fazer para aumentar as compras dos agricultores familiares de seus municípios e da região, e tornar seus processos mais fluidos na elaboração dos editais de compra? De que forma a alimentação escolar pode ter um cardápio com hortaliças, frutas e legumes plantados nas localidades mais próximas? Com o objetivo de responder essas perguntas e aprimorar as relações entre cooperativas e associações de agricultores com o poder público, a Klabin, Sebrae, Interação Urbana e o Comitê Territorial Vale do Tibagi realizaram o primeiro Seminário de Compras da Agricultura Familiar, em Telêmaco Borba, no Harmonia Clube. O evento reuniu cerca de 120 pessoas, entre autoridades e secretários municipais, nutricionistas, cooperativas e associações da agricultura familiar, representantes dos Conselhos de Alimentação Escolar e demais entidades.

Os participantes esclareceram suas dúvidas sobre os processos de Compras da Agricultura Familiar, a partir da palestra do consultor Abner Geraldo Picinatto. Um exemplo mencionado durante o seminário foi o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), iniciativa federal que visa garantir a oferta de alimentação saudável e balanceada a estudantes da educação básica em escolas públicas. Também foram apresentados casos de sucesso dentro do processo das compras da agricultura familiar dos municípios de Telêmaco Borba e Rio Branco do Ivaí. Reunidos em mesas temáticas, os participantes dos 14 municípios representados no encontro trocaram suas experiências, elencando desafios e oportunidades para uma melhor comunicação e elaboração dos editais de compra. O evento possibilitou ainda uma ampliação da visão para outros programas, como a troca de resíduos e o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), promovendo a agricultura familiar, a qualidade de vida e a sustentabilidade.

Estiveram presentes representantes das cidades de Arapoti, Cândido de Abreu, Curiúva, Imbaú, Ivaí, Jaguariaíva, Ortigueira, Reserva, Rio Branco do Ivaí, Sapopema, São Jerônimo da Serra, Telêmaco Borba, Tibagi e Ventania. Ao final da programação, os participantes desenharam planos de ação, com estratégias definidas para viabilizar o aumento da venda de alimentos de agricultores familiares para as prefeituras.

Ilário Cizanska, secretário da Cooperativa Coopercandi, com sede em Cândido de Abreu, conta que o evento proporcionou uma integração única entre a produção, a parte técnica e a gestão dos programas. “Creio que teremos uma mudança visível após o encontro, afinando os ponteiros para o crescimento e aprimoramento contínuo”, comemora Cizanska.

"O evento cumpriu com seu objetivo de aproximar produtores rurais dos grandes compradores de alimentos que são os seus próprios municípios”, destaca o gerente de Responsabilidade Social e Relações com a Comunidade da Klabin, Uilson Paiva. 

Para Suellen Pavanelo, consultora do Sebrae, o evento foi importante para a identificação de recursos disponíveis para os municípios, a ampliação de programas, o cumprimento das cotas de compras locais previstas pela legislação, de 30%, e para a implementação de processos eficientes para essas compras.

Claudemir Correia, atual presidente do Comitê Territorial Vale do Tibagi, avalia que este tipo de atividade funciona como um impulso significativo para fortalecer a comunidade. “O Comitê Territorial Vale do Tibagi, juntamente com a Klabin e o Sebrae, forma uma aliança poderosa voltada para o objetivo comum de promover o progresso e a sustentabilidade na região”, destaca.

Sobre o Matas Sociais

O Matas Sociais – Planejando Propriedades Sustentáveis é um projeto resultante da parceria entre a Klabin, a Apremavi e o Sebrae. Tem o objetivo de contribuir para o fortalecimento econômico, ambiental e social das pequenas e médias propriedades rurais nos 11 municípios onde o projeto atua no Paraná (Cândido de Abreu, Curiúva, Imbaú, Ortigueira, Reserva, Rio Branco do Ivaí, Sapopema, São Jerônimo da Serra, Telêmaco Borba, Tibagi e Ventania) e cinco em Santa Catarina (Lages, Otacílio Costa, Correia Pinto, Palmeira e Ponte Alta)

Sobre a Klabin

Maior produtora e exportadora de papéis para embalagens e de soluções sustentáveis em embalagens de papel do Brasil, a Klabin desponta como empresa inovadora, única do País a oferecer ao mercado uma solução em celuloses de fibra curta, fibra longa e fluff, além de ser líder nos mercados de embalagens de papelão ondulado, sacos industriais e papel-cartão. Fundada em 1899, possui 22 unidades industriais no Brasil e uma na Argentina, responsáveis por uma capacidade produtiva anual de 4,7 milhões de toneladas de celulose de mercado e papéis.

Somente no Paraná, gera mais de 11 mil empregos (diretos e indiretos), em mais de 25 municípios próximos das operações da Companhia, principalmente, na região dos Campos Gerais. A empresa é pioneira na adoção do manejo florestal em forma de mosaico, que consiste na formação de florestas plantadas entremeadas a matas nativas preservadas, formando corredores ecológicos que auxiliam na manutenção da biodiversidade. A área florestal da Companhia no estado compreende o total de 433 mil hectares, sendo 176 mil de mata nativa. A Klabin também mantém um Parque Ecológico, na Fazenda Monte Alegre, em Telêmaco Borba, para fins de pesquisa e conservação, atuando no acolhimento e reabilitação de animais silvestres vítimas de acidentes ou maus-tratos, auxiliando o trabalho de órgãos ambientais. Além de contribuir para a preservação da flora e fauna da região, inclusive de espécies ameaçadas de extinção.

Toda a gestão da empresa está orientada para o Desenvolvimento Sustentável. Na região dos Campos Gerais a Klabin desenvolve boa parte dos seus programas socioambientais, com destaque para o Semeando Educação, “Matas Sociais - Planejando Propriedades Sustentáveis”, Matas Legais, Programa de Resíduos Sólidos, Programa Klabin Caiubi, Força Verde Mirim e Protetores Ambientais.

A Klabin integra, desde 2014, o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), da B3, e em 2020 passou a integrar o Índice Dow Jones de Sustentabilidade, com participação em duas carteiras: Mundial e Mercados Emergentes. Também é signatária do Pacto Global da ONU e do Pacto Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo, buscando fornecedores e parceiros de negócio que sigam os mesmos valores de ética, transparência e respeito aos princípios de sustentabilidade.




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login