No mês em que a II Guerra completa 80 anos, jornalista judeu lança romance histórico, nesta terça, em Curitiba

Na trama, um grupo improvável de excluídos se envolve na missão de matar Adolf Hitler

Por Assessoria 16/09/2019 - 22:02 hs

No mês do 80º aniversário do início da Segunda Guerra Mundial, o autor Jayme Brener, ganhador do Prêmio Jabuti, lança em Curitiba seu primeiro romance histórico. Com prefácio do analista político e colunista da Folha de S. Paulo, O Globo e Globonews, Demétrio Magnoli, a obra “Os cinco dedos de Tikal” mostra como a astúcia da história entrecruza os caminhos de um grupo improvável de excluídos, às portas da Segunda Guerra Mundial. Judeus, índios, comunistas e prostitutas se veem envolvidos em uma trama imponderável – e totalmente possível: matar Adolf Hitler.

Sobre o autor

Jayme Brener é sociólogo, jornalista e escritor. Ganhou o prêmio Jabuti de Melhor Livro Didático em 1999, com “Jornal do Século XX” (Ed. Moderna), junto com Gilberto Maringoni, e foi finalista, em 1996, com “O Golem e outras aventuras do Rabino Judá Levi, de Praga” (Ed. FTD). “Os cinco dedos de Tikal” é seu primeiro romance histórico.

Ex-editor da IstoÉ e repórter especial do Correio Braziliense, Brener trabalhou como correspondente do Jornal do Brasil na América Central e da Rádio Eldorado/Jornal da Tarde na Europa. Também foi correspondente, no Brasil, da Radio Nederland (Holanda), The Jerusalem Report (Israel), Radio France Internationale (França) e do jornal El Día (México).

Cobriu, entre outros eventos, as guerras civis na Nicarágua e em El Salvador, a redemocratização do Chile, a eleição de Nelson Mandela, na África do Sul, e as primeiras eleições livres na Palestina. Dirige a Ex-Libris Comunicação Integrada, em São Paulo, desde 1998 e, em 2019, passou a integrar a Coordenação do Observatório Judaico dos Direitos Humanos no Brasil.

 

Serviço

Lançamento em Curitiba

17/09, às 19 horas

Livraria da Vila, Pátio Batel (Av. do Batel, 1868)