Londrinenses poderão votar em projeto de educação até 27/7

Votação faz parte da seleção de projetos para a 4ª edição do programa “Educar para Transformar”, promovido pelo Instituto MRV

Por Assessoria 23/07/2018 - 16:02 hs

Até 27 de julho, os moradores de Londrina poderão escolher qual projeto voltado à educação receberá apoio financeiro e de capacitação do Instituto MRV na cidade: Batuque na Caixa ou Coletivo de Contadoras de Histórias Rosazul.

Os dois já foram submetidos a uma comissão avaliadora, e seguem em votação popular pelo site www.institutomrv.com.br, onde a população também pode conhecer mais sobre os projetos. O resultado será divulgado no dia 31 de julho.

Em sua 4ª edição, o programa “Educar para Transformar”, do Instituto MRV, apoia, por meio de aporte financeiro e capacitação, projetos de cunho educacional com foco em crianças, adolescentes ou jovens com até 24 anos de idade. Além da quantia de R$30 mil, os responsáveis pelos projetos selecionados passarão por um treinamento.

Conheça um pouco mais sobre os dois finalistas de Londrina:

Batuque na Caixa
O projeto promove oficinas de literatura, música e teatro para crianças e adolescentes de regiões carentes. A proposta busca valorizar os participantes, levando acesso à cultura por meio do respeito ao meio ambiente e à cidadania.

Coletivo de Contadoras de Histórias Rosazul
O coletivo é um projeto da Biblioteca Interativa do Centro Educacional Marista Irmão Acácio, e tem como foco a atuação em espaços públicos. Busca democratizar o acesso à cultura e educar por meio do encantamento, das histórias e da imaginação.

Para o diretor do Instituto MRV, Raphael Lafeta, o engajamento do público é muito importante nessa etapa. “Só com a opinião da população podemos ajudar o projeto que eles entendam ser a melhor opção neste momento para sua região. Por isso, pedimos que as pessoas incentivem todos a sua volta a participarem e nos ajudarem a escolher quais iremos apoiar nos próximos meses”, explica.

Sobre o Instituto MRV
Para a MRV Engenharia, investir em responsabilidade social é tão importante quanto garantir o sonho da casa própria para milhares de brasileiros. Por isso, a companhia fundou em 2014 o Instituto MRV, organização sem fins lucrativos, voltada para promoção da transformação social do país por meio da educação. Somente em 2017, foram investidos mais de R$5,6 milhões em projetos como a Chamada Pública de Projetos, Criança Esperança, Programa Miguilim, Cidade dos Meninos São Vicente de Paulo, Projeto Querubins, e muitos outros. Além disso, o Instituto também é responsável pelo incentivo ao voluntariado junto aos mais de 20 mil colaboradores da construtora. Saiba mais em www.institutomrv.com.br.