Novo golpe preocupa usuários do WhatsApp

Por Redação 08/05/2018 - 19:13 hs

Os crimes cometidos de forma virtual só crescem a cada dia. Ao passar dos anos, cada vez mais são maiores os prejuízos acumulados com golpes praticados por estelionatários de plantão. Antigamente a principal de forma de atuação dos criminosos eram os e-mails com links que levavam vírus aos equipamentos, mas com a disseminação do WhatsApp e os acessos mobile, o golpe do momento no App é o do FGTS.

Como você já deve imaginar, a ideia central do golpe do FGTS é dizer à pessoa que recebe que ela possui um saldo acumulado para receber do Governo Federal, normalmente dizem que a pessoa possui valores de até R$ 2 mil para ser resgatados, devido "a um período trabalhado entre os anos de 1998 a 2018", justamente ten tentando atrair pessoas com mais idade.

Estima-se que em menos de 24 horas após o começo dos envios em massa dos links com o golpe do FGTS no WhatsApp mais de 70 mil usuários tenham acessado o link malicioso e, consequentemente, infectado seus smartphones, mas afinal como é o golpe e o que os estelionatários desejam com o clique nos links enviados?

Não é levado nenhum valor da conta de ninguém, o interesse maior de quem criou esse sistema está vinculado na venda de serviços SMS, ao clicar no link e compartilhar o conteúdo, conforme a recomendação do site para o qual a vítima é levada, a pessoa sem saber está assinando um serviço e fica sujeita a cobranças automáticas com desconto no saldo de seu serviço de telefonia. É como se fosse um 'aceite' a algum termo para que os golpistas possam efetuar descontos sob o título de prestação de serviços para as pessoas que, sem saber do que se trata, acabaram contratando o tal serviço.