Justiça decide que Gilberto Dranka e Leonides Maahs vão a júri popular

30/06/2017 - 17:51 hs

Decisão cabe recurso por parte da defesa dos acusados. Foram três dias de audiências no Fórum de Rio Negro 

Acabaram agora pouco as audiências sobre o caso da morte do prefeito eleito de Piên, Loir Dreveck e de Genésio de Almeida. Desde quarta-feira cerca de 50 pessoas foram ouvidas pela justiça. 

São réus no processo o ex-prefeito de Piên, Gilberto Dranka, o ex-presidente da câmara, Leonides Maahs, Orvandir Pedrini e Amilton Padilha. Todos eles acompanharam as audiências. 

Além da decisão pelo Júri Popular a Justiça também manteve a prisão preventiva dos acusados. As famílias de Loir Dreveck e Genésio de Almeida saíram emocionadas do Fórum.