Dranka e Maahs participam das audiências em Rio Negro

Por Jornal Oreginal 28/06/2017 - 17:52 hs

Ex-prefeito e ex-presidente da câmara chegaram no mesmo camburão da polícia para as audiências

A Justiça deu início nesta quarta-feira, na sede do Fórum de Rio Negro, às audiências do caso que trata do atentado e assassinato do prefeito eleito de Piên, Loir Dreveck, e de Genesio de Almeida. Este último morto por engano.

As audiências seguem até sexta-feira. O ex-prefeito de Piên, Gilberto Dranka, e o ex-presidente da câmara de vereadores, Leonides Maahs, acusados de serem mandantes dos crimes, chegaram no mesmo veículo da polícia para a audiência de hoje.

Também estão presentes Amilton Padilha, tido como atirador, e o possível intermediário do esquema Orvandir Pedrini, que também estão presos.

Após as audiências, examinando-se laudos, perícias e outros documentos e mais esta etapa oral, o juiz dará a decisão se o caso vai a júri popular ou não. Se não for, o processo se encerra; se for determinado que o caso vai a júri, caberá recurso. E havendo o júri, serão os jurados que decidirão quanto a possível condenação.