Férias em casa: 7 maneiras de aproveitar suas férias dentro de casa

É preciso ter criatividade e disposição para fazer diferentes programas com a família no conforto do lar, mas inovar pode valer a pena e render boas memórias para todos

Por Assessoria 21/07/2021 - 19:06 hs

Em tempos pandêmicos, não é tão simples assim virar a chavinha e ativar o “modo férias” permanecendo no mesmo lugar onde você passou os últimos meses trabalhando, estudando e fazendo as demais atividades dia após dia, semana após semana.

Sair da rotina pode exigir um pouco de criatividade por parte da família, e planejar as férias em casa é a saída para quem não pode sair para fazer algo diferente com tanta frequência. Além disso, a metade do ano é período de férias escolares, e manter os pequenos entretidos em casa pode ser um desafio e tanto.

A solução, portanto, é tentar organizar o máximo de atividades possível dentro do lar. Para te ajudar nessa missão, listamos abaixo sete opções de brincadeiras e programas para propor à criançada:

1. Cozinhar                                                                                                    

Como nem todo mundo se sente seguro o suficiente para ir até um restaurante para comer algo diferente, juntar a família na cozinha pode ser muito legal, principalmente em dias nos quais há tempo de sobra e o delivery não parece ser a melhor opção.

A dica é começar por uma receita simples e que todo mundo gosta, deixando as crianças participarem do preparo. É importante ressaltar, no entanto, que elas devem ficar longe de facas, garfos e outros objetos que podem machucá-las.

2. Cinema em casa

Aproveite as férias para maratonar aquelas séries ou filmes que você sempre quis assistir ou para deixar os pequenos concentrados durante um tempinho. Além de se tratar também de um momento que pede um petisco como pipoca ou o que mais você achar válido dá para juntar todo mundo para passar um bom tempo junto.

Para deixar o ambiente com aquela cara de cinema aconchegante, é interessante abusar dos travesseiros e das almofadas e diminuir a luz no quarto. Cortinas blackout, que permitem o controle da luminosidade e também evitam os reflexos que podem interferir na imagem da televisão, são uma boa pedida para os mais cinéfilos que fazem questão de um clima mais imersivo.

3. Dia da pintura

Pintar, desenhar e se esbaldar nas cores é uma delícia. Mas não dá para fazer isso sem pensar em toda a sujeira que um dia da pintura pode causar. Desta forma, para não ter dores de cabeça, coloque uma roupa na criança que possa ser manchada, ou até um avental. Outra sugestão é cobrir mesas e superfícies com tecidos e papéis que possam ser tingidos.

Tomadas todas as providências para diminuir a sujeira, distribua tintas guache, aquarela e giz de cera, além de papéis como cartolina, papelão e EVA, e deixe a imaginação da garotada fluir. É legal também expor os desenhos depois de secos.

4. Desfile de moda

Defina um local da casa para ser a passarela, tire o que você tiver de dentro do armário e faça a festa: é perfeitamente possível se divertir com toda a família brincando de desfile de moda.

Escolha uma música bem animada e use a criatividade para criar combinações e looks com as peças que você possui em casa, ou crie ainda uma competição de dança – os pequenos tendem a adorar uma competição.

5. Jogos

Falando em competição, é bastante comum que a molecada já esteja muito acostumada aos jogos, principalmente os eletrônicos, no computador ou no celular. Entretanto, além dos clássicos (como o dominó ou o baralho), há uma grande variedade de jogos de tabuleiro disponíveis no mercado, em diferentes formatos, além de uma infinidade de análises a respeito deles disponíveis no YouTube.

6. Dia do livro

Exercitar a leitura da criança é muito importante para que ela cresça com esse hábito essencial e tenha mais facilidade com a interpretação de textos e com a escrita na escola. Crie um momento em que tanto você quanto as crianças deem uma pausa para ler um pouquinho o que preferirem.

Ler ainda é uma boa opção para distrair e ajudar na concentração da garotada. Aqui, são válidos desde os clássicos, como o Menino Maluquinho, de Ziraldo, até lançamentos mais contemporâneos, como o livro Amoras, escrito pelo rapper Emicida.

7. Mudar o ambiente

Todo mundo gostaria de fazer uma mudança radical em alguma parte da casa, mas o que pesa nessa hora é o quanto você vai gastar nisso. A dica neste caso é atentar-se aos pequenos detalhes para evitar gastos que não são necessários.

Novos espaços que contem com objetos atrativos para o descanso em grupo podem transformar um ambiente e fazer de um cômodo um local de encontro da família, de onde o pessoal não vai querer mais sair. Espreguiçadeiras, assentos confortáveis, almofadas, puffs, tapetes e mantas proporcionam personalidade e conforto – e por que não envolver as crianças nesse processo de reformulação do cômodo também?

Independentemente de qual será o programa escolhido pela família, as férias em casa pedem tanto descanso quanto curtição entre quatro paredes. Para quem não possui uma área externa ou um quintal, inventar o que mais der na telha para entreter as crianças é a resposta para passar dias inesquecíveis, mesmo durante o cumprimento do isolamento social na pandemia.