Roubo em condomínio de luxo em São Paulo tem líder da segurança procurado pela polícia e acusação à moradora

Por Assessoria 22/06/2021 - 19:23 hs

Um caso vem deixando os moradores de um condomínio de luxo preocupados em São Paulo. Segundo relato de moradores, foram roubados celulares e joias neste mês de junho no condomínio Riviera Italiana, localizado no Jardim Vazani. Além disso, uma moradora revelou que sofreu uma acusação de que estaria realizando programa no local e ela se sentiu atingida moralmente com essa atitude.

O suspeito sobre os roubos ocorridos no condomínio é o líder da empresa terceirizada que cuida da segurança do local. Segundo alguns moradores, o síndico pede para que o caso seja abafado, pois ele está ciente de outros roubos que aconteceram no local para não queimar os moradores.

Segundo uma testemunha, sabe-se que a empresa terceirizada puxou a ficha do suspeito e avisou que ele nunca realizou exame admissional para trabalhar no local e que ele costumava desligar as câmeras para realizar seus pequenos furtos. Foi registrado boletim de ocorrência e as testemunhas registraram depoimentos para a polícia sobre o ocorrido.

Segundo uma moradora do local, o síndico quer abafar o caso devido à proporção que vai tornar o assunto, que gerou revolta a moradora que acredita que ele não está tomando as devidas providências e nem sequer foi conversar com ela sobre o ocorrido, e também ignora qualquer contato da moradora. Além disso, segundo a moradora, o síndico avisou os porteiros e funcionários do condomínio a observarem todas as pessoas que entram no apartamento dela acusando ela de garota de programa, e ainda proibiu ela de transitar pelo local e utilizar as áreas comuns do condomínio de luxo.

Ainda segundo a moradora, ela percebeu que foram deletadas suas digitais da entrada do condomínio pelo fato de a julgarem como uma garota de programa, por ser jovem, bonita e morar em uma cobertura sozinha.