Concurso PRF 2021: tudo que você precisa saber

Sendo um dos mais esperados, o concurso conta com 120 questões e uma redação, além de trazer novidades.

Por Assessoria 21/05/2021 - 00:08 hs

O concurso da Polícia Rodoviária Federal é um dos mais aguardados pelos concurseiros. Isso porque a carreira tem bons salários e estabilidade, além de benefícios. Trata-se de uma prova que vai além do exame objetivo, pois há testes físicos, psicológicos, investigação social e formação na Universidade Corporativa da PRF.

Salário PRF                              

O salário inicial de um Policial Rodoviário Federal é R$ 9.899 para uma jornada de 40 horas semanais, mas o rendimento pode chegar a R$ 16 mil por conta das promoções conquistadas ao longo da carreira. Inclusive, quando um candidato é aprovado nas avaliações e começa a frequentar o curso de formação profissional na Universidade Corporativa da PRF, ele já recebe uma remuneração de 50% referente ao valor do salário inicial. O auxílio tem foco na manutenção do aluno, que terá gastos com estadia, transporte, saúde e alimentação. 

Requisitos para prestar o concurso

A prova da Polícia Rodoviária Federal é voltada para quem tem o ensino superior completo em qualquer área do conhecimento humano, para ambos os sexos. O candidato precisa ter mais de 18 anos e é possível o ingresso com até 75 anos de idade. Outra exigência é a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) categoria B, entre outras exigências presentes no edital. Afinal, quem passar na prova objetiva terá pela frente vários outros testes, como o físico, por exemplo.   

O que faz o Policial Rodoviário Federal

O Policial Rodoviário Federal é um servidor público que atua em fiscalizações nas estradas brasileiras. Dessa maneira, a rotina é bem diversificada, indo desde barreiras em pontos estratégicos até policiamento ostensivo, atendimento e socorro a vítimas de acidentes rodoviários e também escolta de autoridades ou cargas perigosas.

O trabalho do Policial Rodoviário é importantíssimo para fazer valer a legislação (tanto de trânsito quanto penal), pois ele combate o contrabando, o tráfico de drogas e de armas, de pessoas e também multam motoristas infratores. Portanto, são cuidadores da pátria, tendo em vista que o transporte rodoviário é o principal meio utilizado no país para o deslocamento de mercadorias de todos os tipos.    

Etapas do concurso PRF

Antes da efetivação, quem presta o concurso da PRF deve passar por duas etapas. A primeira é referente às provas objetiva e discursiva, exame de aptidão física, avaliação psicológica, apresentação de documentos, avaliação de saúde e de títulos, além de uma investigação social. Já a segunda é referente ao curso de formação na Universidade da PRF, que fica em vários locais do Brasil, sendo indicada a cidade pela própria instituição.

O que estudar 

Na prova aplicada em 2021, houve uma mudança que deve ser mantida para as próximas edições: a disciplina História da PRF deixou de ser cobrada. Agora, cai inglês ou espanhol. A prova é elaborada pelo Cebraspe, uma banca que já tem tradição nesse concurso. 

O exame é composto por três blocos. No primeiro, cai Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico Matemático, Informática, Física, Geopolítica, Ética e Cidadania, e Língua Estrangeira (inglês ou espanhol). Já no segundo, há questões de Legislação de Trânsito e, no terceiro bloco, Direito Administrativo e Constitucional, Direito Processual Penal, Direito Penal, Legislação Especial e Direitos Humanos.  

 

São 120 questões objetivas, além de uma redação que deve ser escrita no modelo dissertativo em até 30 linhas. Tudo deve ser realizado em até 4h30 e a aplicação da prova ocorre em todos os estados brasileiros, geralmente nas capitais ou cidades estratégicas.

 

A dica é manter a preparação mesmo antes da divulgação do edital, pois dessa forma você estará bem melhor em comparação aos demais candidatos. Portanto, não desanime e mantenha o foco. Afinal, quem investe nos estudos consegue ser aprovado, ganhando uma nova perspectiva na vida.