Procedimentos odontológicos, como prevenir complicações

Por Assessoria 22/02/2021 - 12:47 hs

A odontologia já alcançou avanços muito significativos, principalmente para tratamentos bucais. Com o auxílio da tecnologia, novos procedimentos odontológicos foram desenvolvidos, além do aperfeiçoamento aplicado naqueles que já existiam. 

De maneira prática, atualmente é possível fazer o tratamento de: 

     Má oclusão;

     Mancha nos dentes;

     Dentes tortos;

     Alinhamentos dos dentes;

     Tratamentos cirúrgicos;

     Procedimentos estéticos. 

Inclusive, toda uma melhoria da cavidade bucal e da face podem ser alcançadas por meio dos procedimentos odontológicos e estéticos que estão disponíveis nas clínicas odontológicas. 

Para se ter ideia do avanço, agora já é possível recorrer ao aparelho dental transparente para consertar a má oclusão ou os dentes tortos, melhorando a estética e funcionalidade do sorriso, sem precisar dos fios metálicos que causam um grande impacto na aparência do rosto. 

Quanto aos que querem um sorriso mais alinhado e vistoso, também existem procedimentos odontológicos estéticos específicos para isso. 

De modo geral, eles podem ser muito práticos de serem feitos, como a lente de contato dente, que preenche os espaços dos dentes e alinha o sorriso; bem como alguns que podem ser mais invasivos, como cirurgias de bichectomia. 

Muitos desses procedimentos utilizam de tecnologias de ponta, como a Impressora 3D, que consegue reproduzir uma moldeira para as lentes, aparelhos dentais e para o procedimento de clareamento dental com moldeira. 

No entanto, apenas fazer o procedimento não é o suficiente para garantir um belo e útil sorriso por muito tempo. Afinal, isso requer cuidados através de hábitos específicos a serem adotados no dia a dia. 

Inclusive, o cuidado principal é o de recuperação do procedimento para não ocasionar em contaminações ou mais complicações que possam ocorrer.

Como prevenir contaminações

O que muita gente não sabe, é que não é apenas pelo contato entre saliva e sangue que pode ocorrer contaminações, pois o próprio ar pode contaminar alguma pessoa. 

Por isso, todos os cuidados são extremamente importantes para a preservação da saúde após o procedimento odontológico.

1.  Limpeza

A limpeza é o principal fator para se prevenir de contaminações na boca. 

A escovação deve ser feita com escovas macias e em movimentos circulares ou verticais, mas de forma muito sutil para não ferir as gengivas ou realizar ações abrasivas nos denta. Inclusive, isso deve ser feito com ainda mais cuidado no caso de prótese sobre implante dentario

Isso fará com que bactérias sejam limpas da arcada dentária, prevenindo tártaro, cáries, gengivite, periodontite e demais complicações. 

É importante também ter cuidado ao passar o fio dental para não ferir as gengivas e sempre lembrar de bochechar 20 ml de enxaguante por cerca de 30 segundos ao final de toda a escovação.

2.  Alimentação

A alimentação pode influenciar muito no pós-procedimento odontológico, tanto positivamente quanto negativamente. Em casos de clareamento dental, é bom evitar alimentos muito pigmentados, como café, suco de uva, vinho e beterraba. 

Do mesmo modo, para casos de implante dental, é bom evitar alimentos muito duros, que precisam de muito esforço para a mastigação até a completa aderência do tratamento. 

Em ambos os casos, os alimentos recomendados são ricos em fibras, cálcio e vitamina D. 

Isso porque esses nutrientes conseguem fortalecer o dente da forma ideal, inclusive, os fibrosos podem contribuir para a limpeza natural da boca. 

Isso fará com que as bactérias sejam retiradas, enquanto o esmalte do dente se mantenha intacto, se livrando de cáries e demais complicações. Portanto, são indicados o consumo de:

     Leite;

     Ovo;

     Peixe;

     Couve;

     Espinafre;

     Cenoura;

     Maçã;

     Morango;

     Vitaminas diversas;

     Pera. 

3.  Acompanhamento profissional

É fundamental a ida ao consultório odontológico periodicamente, para que o dentista possa acompanhar o andamento do procedimento e indicar as ações necessárias para se ter sucesso estético e funcional no tratamento, sem riscos para a saúde bucal/geral. 

Inclusive, nos tratamentos que são feitos em casa, como o clareamento bucal com moldeira, também é preciso a supervisão do dentista. 

Isso porque ele estipulará prazos, tendo uma avaliação profissional de como anda o tratamento, ou se é preciso realizar alguma outra intervenção. 

Além disso, o dentista é o responsável por fazer uma limpeza mais profunda na arcada dentária, removendo placas que podem prejudicar a saúde bucal e demandar procedimentos mais invasivos. 

Em caso de desajustes de implantes ou próteses, ou mesmo problemas com aparelhos ortodônticos, apenas o dentista deve ser procurado para a avaliação e resolução do problema do paciente. 

O importante de seguir todas essas recomendações é que o paciente pode se prevenir de complicações, recorrendo ao suporte profissional assim que algum problema for identificado - ampliando a sua chance de resolução - além de prevenir que novos problemas surjam. 

Lembre-se que o cuidado com os procedimentos também é necessário para sua maior vida útil, impactando diretamente na saúde. Assim, com uma higienização adequada e idas frequentes ao dentista, o sorriso funcional e bonito é garantido. 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Vue Odonto, uma rede especializada em atendimento odontológico com enfoque na humanização.