Sobreviventes de acidente na ‘Curva da Santa’ relatam cena de horror; maioria ia a SC para trabalhar

Eles relataram momentos de horror após o tombamento do veículo no início da manhã desta segunda-feira, na pista sentido SC

Por Banda B 25/01/2021 - 20:57 hs

Os sobreviventes sem ferimentos do acidente que matou 19 pessoas na ‘Curva da Santa’, na BR-376, em Guaratuba, Litoral do Paraná, seguiam na maioria a Santa Catarina (SC) para trabalhar ou visitar familiares. Eles relataram momentos de horror após o tombamento do veículo no início da manhã desta segunda-feira, na pista sentido SC.

À Litorânea FM, de Guaratuba, o passageiro Silas, que escapou sem ferimentos, contou que foram momentos de terror. “Lembro de quando o ônibus tombou. Olhei para o lado e eram muitas pessoas mortas, penduradas na janela e até agora todo mundo está em choque. Nasci de novo. Foi a mão de Deus para deixar os sobreviventes”, disse Silas, que saiu do Pará com destino a Itapema, onde iria começar a trabalhar.

Outro passageiro, Anderson Oliveira, relatou à Litorânea FM que a viagem estava tranquila até o momento do acidente. “A viagem vinha bem tranquila. Não sei se ele perdeu o controle ou se estava em alta velocidade. Todo mundo foi para o lado e sendo arremessado. Deus me deu uma chance por ter sobrevivido”, ponderou Anderson, que ia Camboriú visitar familiares que trabalham na cidade.

O acidente

O ônibus de turismo que tombou e matou 19 pessoas na Curva da Santa, no km 668, em Guaratuba, Litoral do Paraná, na manhã desta segunda-feira (25), tinha saído de Ananindeua, no Pará, com a destino a Balneário Camboriú, Santa Catarina. Depois de 3,3 mil km já percorrido pelos dois motoristas que revezavam entre si, a tragédia aconteceu a menos de 200 km do destino final.

Além das 19 mortes, buscas por possíveis vítimas que tenham sido ejetadas seguem no local. Ainda, sete pessoas estão em estado grave, seis são vítimas moderadas e 20 leves. O acidente deixa interrompida a pista sentido Santa Catarina, sem previsão de liberação.

O motorista do ônibus, de 67 anos, sobreviveu ao acidente e está sendo ouvido na Delegacia de Guaratuba.