Benefícios dos exercícios que vão além da perda de peso

Por Assessoria 16/10/2020 - 18:26 hs

A perda de peso é o motivo mais comum para as pessoas se exercitarem, mas emagrecer está longe de ser o único benefício do exercício. O exercício pode beneficiar a saúde de como um todo em seu corpo.

Aqui está uma visão geral de outros benefícios dos exercícios, desde o cérebro aos pulmões e às articulações, aprenda por que você deve se exercitar por razões que vão além de emagrecer.

Principais benefícios dos exercícios para o corpo

 

Como o exercício beneficia o cérebro

O centro de comando do seu corpo precisa de tanto exercício quanto sua cintura. Mover o corpo por alguns minutos todos os dias é uma ótima maneira de manter o cérebro em forma.

O cérebro depende da construção de novas conexões entre os neurônios para que você possa armazenar informações importantes ao longo da vida. Essa ação de construir novas pontes entre as células cerebrais é chamada de neuroplasticidade e aumenta com o exercício.

Os cientistas acreditam que a neuroplasticidade e os exercícios estão relacionados devido ao aumento do fluxo sanguíneo para o cérebro durante a atividade física. Com um aumento na quantidade de sangue e oxigênio circulando no cérebro, diferentes regiões - como o hipocampo - podem conectar novas vias neurais, que podem ajudar sua memória a se adaptar e continuar a melhorar ao longo da vida.

O envelhecimento afeta seu cérebro. Portanto, o exercício é algo que você pode fazer para tornar a transição para esse estágio da vida mais administrável. Demonstrou-se que o exercício regular oferece suporte a uma capacidade saudável de lembrar e pode retardar a progressão do declínio da memória relacionado à idade.

Em um estudo, os pesquisadores descobriram que mesmo exercícios leves acompanhados por um mínimo de 7.500 passos diários estão associados ao aumento do volume cerebral total. Maior volume cerebral pode indicar maior neuroplasticidade.

Se você deseja se exercitar para aumentar sua capacidade cerebral, os exercícios cardiovasculares são os melhores. Movimentos de ação rápida durante o exercício cardiovascular aumentam sua frequência cardíaca e fazem o sangue bombear para todas as áreas do corpo, incluindo o cérebro.

O exercício cardiovascular não precisa ser intenso para ser eficaz. Seu cérebro pode se beneficiar igualmente de uma caminhada regular, um passeio de bicicleta ou um mergulho na piscina. Qualquer atividade que ajude a bombear o sangue é ótima para saúde do cérebro.

Humor e hormônios

Além do controle de peso, as pessoas que se exercitam também desfrutam de um melhor humor como recompensa. Existe uma forte ligação entre o seu humor e os exercícios, e essa ligação pode ser uma forte motivação para se exercitar mais.

Tudo começa com exercícios aeróbicos. Os movimentos cardiovasculares acelerados podem reduzir a quantidade de hormônios do estresse que circulam no sangue. Esses hormônios (como adrenalina e cortisol) costumam causar sensações de estresse, ansiedade e inquietação. O excesso de qualquer um desses hormônios do estresse pode até interferir em seus hábitos de sono, deixando-o cansado e sem a energia necessária para realizar suas tarefas diárias.

O exercício aeróbico regular faz mais do que simplesmente diminuir a presença desses hormônios do estresse. Os exercícios cardiovasculares e outros exercícios que promovem o bombeamento do sangue podem até fazer com que você produza hormônios que o ajudam a se sentir bem.

As endorfinas são hormônios produzidos pelo cérebro em resposta ao exercício e agem como analgésicos naturais e como substâncias de alívio do estresse. Algumas pessoas até se referem ao aumento de endorfinas que experimentam após o exercício como "o barato do corredor".

Seja você um corredor ou não, você gostará da sensação de quando as endorfinas fazem efeito. Esses compostos bioquímicos que elevam o humor causam uma sensação de euforia e podem até ajudá-lo a combater a ansiedade e a depressão. Além disso, eles ajudam você a relaxar e se acalmar.

Deixe que os exercícios sejam sua maneira de se sentir melhor após um dia difícil. Uma corrida leve, uma partida de tênis ou uma visita ao parque com sua família é tudo que você precisa para sentir os efeitos das endorfinas. Além disso, ao mesmo tempo, você conseguirá uma redução nos hormônios do estresse e começará a se sentir mais relaxado.

Coração

Um dos primeiros órgãos do corpo a receber os benefícios do exercício regular é o coração. Seu sistema cardiovascular se torna mais eficiente à medida que seu condicionamento físico melhora. Cuide do seu coração fazendo exercícios aeróbicos e de resistência para apoiar a sua saúde cardiovascular.

Conforme sua condição física melhora, sua frequência cardíaca em repouso pode diminuir um pouco. Isso ocorre porque os exercícios tornam o coração mais forte e mais eficiente no bombeamento de sangue. Uma frequência cardíaca mais lenta é um sinal de que seu coração não precisa trabalhar tanto para fazer o sangue circular. Cada batimento cardíaco é produzido com um pouco mais de força, usando menos energia para bombear o sangue.

Os exercícios também beneficiam seu coração de outras maneiras. A atividade física regular está relacionada à redução do acúmulo de gordura nas artérias. Esse espessamento e endurecimento das paredes dos vasos pode tornar mais difícil para o coração bombear e direcionar o sangue para os lugares onde ele precisa ir. Manter as artérias livres dessa gordura endurecida é outro benefício dos exercícios.

Os exercícios cardiovasculares são o tipo de exercício de que seu coração precisa. Você saberá que o exercício que está fazendo é cardiovascular se sentir que seus batimentos cardíacos começam a acelerar. Saltos, pliometria, corrida e outros exercícios de movimento rápido são ótimas opções para exercitar o sistema cardiovascular.

Pulmões

Treinos pesados ​​podem tirar o fôlego, mas fazer exercícios regularmente pode ajudar a combater a sensação de falta de ar. Os movimentos aeróbicos podem aumentar o volume de ar que entra em seus pulmões a cada respiração. Essa medida é conhecida como capacidade pulmonar. À medida que a capacidade pulmonar aumenta, aumenta também a quantidade de oxigênio disponível para os músculos durante a rotina de exercícios.

Faça exercícios respiratórios para aumentar sua capacidade pulmonar. Você pode incorporá-los à sua rotina de exercícios diários ou praticá-los enquanto descansa. A respiração diafragmática profunda e a respiração com lábios franzidos são dois métodos que você pode usar para expandir a capacidade pulmonar.

Ossos e articulações

Um mito comum relacionado à saúde das articulações é que o exercício regular pode causar danos nas articulações. No entanto, exercícios moderados e consistentes podem, de fato, aumentar a massa óssea e a força, ao mesmo tempo que protege as articulações contra inchaço, dor e erosão.

Articulações mais fortes começam com ossos mais fortes. Quando os músculos são ativados durante a atividade física, eles empurram e puxam os ossos aos quais estão fixados. A tensão dos músculos em atividade estimula as células ósseas a se multiplicarem e aumentarem de espessura. Como resultado, a densidade óssea melhora.

Essa relação entre a resistência óssea e o exercício é importante. Isso significa que quanto mais consistentemente você se exercita, mais fortes seus ossos se tornarão, e os ossos fortes que você desenvolve por meio do movimento terão melhor desempenho com a idade.

Outro motivo pelo qual você deve se exercitar - além do controle de peso - é para aliviar o estresse nas articulações. O inchaço e a rigidez podem ocorrer quando as articulações não são cuidadas adequadamente. O desconforto nas articulações pode fazer o exercício parecer uma necessidade.

Não ceda à tentação de pular sua rotina de exercícios. O movimento e o uso regular das articulações são de grande benefício para eles. O exercício diário é uma ótima maneira de reduzir a dor e fortalecer as articulações.

Exercícios de peso corporal, como flexões, estocadas, agachamentos e burpees, são ótimas atividades para a construção óssea. Tente trabalhar todos os grupos musculares ao se exercitar para garantir que todos os ossos e articulações se beneficiem do treinamento.

Sistema imunológico

Sistemas de corpo inteiro - como o sistema imunológico - se beneficiam de exercícios regulares. Isso ocorre porque os exercícios oferecem benefícios que podem ajudá-lo a se manter saudável.

O exercício promove a renovação e troca de leucócitos (glóbulos brancos). Os leucócitos são parte de sua resposta imune inata e lutam contra patógenos que invadem seu corpo. Quando você se exercita, os glóbulos brancos que o protegem de doenças se regeneram.

Seu sistema imunológico também precisa de atividade física regular para se defender de doenças mais tarde na vida. Acontece que, assim como o resto do corpo, o sistema imunológico também envelhece. Os exercícios aumentam a atividade imunológica, o que ajuda você a se manter saudável e livre de infecções. O hábito de se exercitar diariamente pode ajudá-lo a manter sua imunidade contra um possível declínio relacionado à idade.

Para beneficiar seu sistema imunológico, escolha atividades que promovam a circulação. Os exercícios e movimentos aeróbicos que envolvem todo o corpo desencadeiam a renovação dos glóbulos brancos que mantêm a sua imunidade. Dançar, correr, jogar tênis e vôlei são ótimas maneiras de manter o corpo em movimento e apoiar as defesas imunológicas.

Incorpore uma variedade de exercícios que ofereçam diversos benefícios, tanto para a sua saúde como para o próprio exercício. Inclua movimentos cardiovasculares e aeróbicos para fortalecer o coração, o cérebro e o humor. Práticas de alongamento e respiração profunda funcionam para articulações e pulmões saudáveis. Escolha atividades que trabalhem todo o seu corpo e comece a se exercitar por mais razões do que apenas um número na escala.