Vereadores do MDB trabalham para minimizar os impactos da estiagem

Por Assessoria 13/05/2020 - 17:07 hs

Com déficit de chuva desde o ano passado, os vereadores Claudia Maria Bus, Eder Gielgen e Marise Valério Bráz de Oliveira, todos do MDB, solicitaram um estudo de viabilidade para realização de medidas de prevenção no enfrentamento da estiagem. O objetivo é minimizar os prejuízos causados pela falta de chuva.

De acordo com os legisladores, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) do Estado de Santa Catarina recomenda a proibição do uso de água que não sejam para consumo humano ou para saciar a sede dos animais.

Em nota técnica, a SDE declara situação de escassez hídrica prolongada nos cursos d'água de Santa Catarina. Seguindo o artigo 1° da Política Nacional de Recursos Hídricos, recomenda os municípios e aos demais órgãos de saneamento básico a adoção de regras e critérios da proibição e penalização de atividades reconhecidas como promotoras de desperdício de água, como:

Lavagem de fachadas, calçadas, piso, muros e veículos com uso de mangueira;

Irrigação de gramas e jardins;

Resfriagem de telhados com umectação de vias públicas, exceto quando a fonte for de reuso de águas residuais.

Além disto, o documento ainda recomenda a empreendimentos industriais medidas de reuso, reaproveitamento e reciclagem de águas em suas unidades fabris visando a redução de consumo.

Os vereadores Claudia, Eder e Marise estão preocupados com a estiagem em tempos de pandemia do novo coronavírus, momento em que a água é essencial para a prevenção da doença. Por isso, acreditam que são fundamentais as medidas para economizar os recursos hídricos.

Fonte: Câmara Municipal de Mafra