RETOMAR O TURISMO DEPOIS DO VÍRUS: UM GRANDE DESAFIO!

Por Assessoria 25/03/2020 - 12:13 hs

Cidades desertas, esvaziam a atividade turística e toda a gama de estruturas, produtos e serviços que dela se alimentam. “O número de cancelamentos de eventos, grupos de turismo, viagens de lazer e até mesmo, festas familiares,  ,  cresce todos os dias:   “O telefone  dos hotéis, pousadas ,  restaurantes e outros equipamentos congeneres, só batem para essa finalidade: “Antes mesmo das imposições restritivas mais duras dos últimos dias   as pessoas já estavam  protelando, pelo futuro  incerto. Infelizmente, muitas delas já diziam, mais ou menos a mesma coisa : "Não  quero ir a algum lugar agora e nem sei,  quando, vou voltar a querer ". Ou, em muitos casos, "vou no ano que vem".   nos conta Márcio Assad, empresário do segmento de hospedagem  e receptivo turístico.  Perguntamos a ele, como expert nos assuntos ligados ao turismo  qual a sua opinião e o que tem feito  a respeito do que irá ocorrer depois da crise de saúde ser controlada? 
 "O momento é muito grave para o setor do turismo, talvez sem precedentes na história mundial. Sentiremos o impacto por meses,  nas previsões mais otimistas e teremos o ano de 2020, que tantas perspectivas boas traziam,  como um ano "perdido". No meu caso, que atuo dos dois lados do balcão, ou seja, na iniciativa privada e no poder público, estou utilizando a maior parte do meu tempo aos estudos e criações de estratégias, para que passado o período mais dramático, possamos voltar ao mercado da forma mais acertad  possível. No segmento da iniciativa privada, tenho contado com meus pares da COOPTUR — Cooperativa Paranaense de Turismo, que em reuniões remotas ( via internet), estamos criando produtos, adaptados a nova realidade (pós vírus). Já no campo público, meu esforços vão no sentido de darmos sequencia à volta do Parque do Monge , o desenvolvimento efetivo do polo audiovisual da Lapa, aconsolidação da lapa como destivo de cicloturismo  ,  e a criação de uma  estratégia de Marketing que reúna o poder  público e a iniciativa privada, para criarmos um produto Lapa, renovado e competitivo para o "novo mercado", que vamos enfrentar". Desejamos boa sorte ao Sr. Márcio Assad e a Lapa e acreditamos que com sua competência e experiencia a cidade conseguirá, enfrentar como poucas  esse grande desafio.    
Na foto: Márcio Assad - Um das maiores autoridades no assunto turismo, no Brasil.