Filhos do craque Alex marcam um gol em favor do meio ambiente e da saúde infantojuvenil

A família do eterno ídolo do Coritiba participou do plantio de mudas nativas promovido pelo projeto Arvores da Vida, que beneficia o Hospital Pequeno Príncipe

Por Assessoria 13/12/2019 - 16:16 hs

A exemplo de Greta Thunberg, jovem sueca de 16 anos eleita como “personalidade do ano” pela revista Time, os filhos do jogador Alex, eterno craque do Coritiba, entraram em campo para fazer a diferença em prol do meio ambiente e também da saúde infantojuvenil. Felipe, 9, caçula do atleta, participou na última quinta-feira (12) de um plantio de mudas nativas promovido pelo projeto Árvores pela Vida, do Hospital Pequeno Príncipe, instituição filantrópica que destina 70% de sua capacidade para atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS). “Eu que pedi para vir. Eu queria ajudar, acho importante plantar árvores porque a maioria das pessoas corta e daí fica pouco”, falou o menino.

Felipe contou com o apoio do pai, da mãe, Daiane Mauad, do avô materno, Edson Mauad, e das irmãs Maria, 15, e Antônia, 13, que ganharam suas próprias mudas graças ao apelo do irmão. “Eles gostaram muito da ideia. No início era para comprar só uma árvore, mas o Felipe insistiu que comprasse uma para cada irmão. Tomara que o projeto seja vitorioso dentro do que tudo mundo imaginou”, disse Alex, ídolo do futebol com passagens também por clubes como Palmeiras e Cruzeiro.

A iniciativa do maior hospital pediátrico do Brasil busca apoio financeiro para a implantação do Pequeno Príncipe Norte, por meio da venda de 100 mudas de espécies nativas. Alex é, desde 2010, embaixador do Programa Gols pela Vida, outra iniciativa da instituição centenária em favor da saúde infantojuvenilA esposa do esportista, Daiane Mauad, conta que a empolgação do filho comoveu toda a família. “A gente se emocionou, os olhos do meu pai se encheram de lágrimas. Então não tinha como ser diferente, temos que estimular ações como essa que ensinam sobre o cuidado com a natureza e, neste caso, a gente ainda está ajudando um Hospital que é uma referência para o país e toda a América do Sul. As crianças são o futuro do planeta e devem começar a entender a importância da preservação e de ajudar ao próximo”, comentou.

O avô, Edson Mauad, fez questão de acompanhar a iniciativa dos netos, que escolheram mudas das espécies imbuia, paineira e ipê-amarelo para plantar. “Eu sou sempre um torcedor do Pequeno Príncipe, porque é quase como torcer para um time de futebol: quando o time está ganhando, temos que aplaudir. Realmente é uma iniciativa maravilhosa, tive que vir”, comenta o ex-presidente do Coxa.

                      

O Projeto

O lançamento da Alameda Árvores da Vida,  realizado na última quinta-feira (12), reuniu os primeiros apoiadores do projeto para o plantio de 36 mudas durante um evento exclusivo. Cada árvore ganhou uma placa personalizada com o nome da família doadora. Os recursos arrecadados com as vendas serão destinados para a implantação do Pequeno Príncipe Norte, que vai contar com dois hospitais, ambulatórios, um Centro Cultural e um Jardim Botânico, além de conservar um bosque nativo de 80 mil metros quadrados, local em que essas espécies estão sendo plantadas. Com obras previstas o ano de 2020, o projeto também vai abrigar as sedes da Faculdades Pequeno Príncipe e do Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe, que hoje funcionam em outros espaços.

Sobre o Pequeno Príncipe

Com mais de 305 mil atendimentos ambulatoriais e 21 mil cirurgias anuais, incluindo procedimentos de alta e média complexidade, como transplantes de órgãos e medula óssea, o Hospital oferece 32 especialidades médicas, que contam com equipes multiprofissionais especializadas. Com 378 leitos, sendo 68 em UTIs, o Hospital conta com uma estrutura única que alia tecnologia e humanização.