Você sabe quais são os mitos e verdades sobre a Febre Amarela? Diretora médica do Laboratório Frischmann dá 4 dicas sobre o tema

Por Assessoria 16/08/2019 - 16:14 hs

1 - A infecção pelo vírus da febre amarela se dá pela macaco

MITO: Segundo Myrna Campagnoli, diretora médica do laboratório Frischmann, a infecção pelo vírus da febre amarela se dá pela picada do mosquito fêmea infectado e, nas cidades, geralmente a transmissão ocorre por meio do mosquito da espécie Aedes Aegypti, o mesmo que transmite a Dengue.

2 - Febre Amarela mata

VERDADE: Os principais sinais da doença são febre, dor de cabeça, dores no corpo em geral, náuseas, vômitos, fadiga, calafrios e fraqueza. Em alguns casos mais graves, o paciente pode sentir febre alta, aparentar coloração amarelada da pele, hemorragia e insuficiência de múltiplos órgãos. A febre amarela pode ser assintomática, mas em alguns casos ela pode aparecer de forma grave e letal. Para Myrna, assim que os sintomas aparecerem é recomendado que o paciente procure uma unidade de saúde. "É fundamental que a população fique atenta quanto aos sintomas, e principalmente, com as campanhas de vacinação das entidades públicas, pois uma maneira muito segura de evitar o surto é se vacinar”, recomenda.

3 - Gestantes não devem se vacinar

MITO: De acordo com o Ministério da Saúde, gestantes devem ser vacinadas se residirem em região com caso suspeito do vírus. Porém, cabe o acompanhamento médico já que assim como os idosos, esses pacientes podem apresentar efeitos colaterais graves. Mulheres amamentando devem suspender a amamentação por 10 dias após a vacinação. Já pessoas acima de 60 anos deverão se imunizar se residirem ou forem se deslocar para áreas de risco e é recomendado procurar orientação médica.

4 - Vacina contra a febre amarela deixa a pessoa doente

MITO: A vacina é segura. Porém é contraindicada para pessoas com doença autoimune, crianças de até 6 meses, pacientes em tratamento com quimioterapia e pessoas que vivem com HIV.

 

 

 

Sobre o Frischmann Aisengart

O Laboratório Frischmann Aisengart é o maior laboratório do Sul do Brasil com mais de 40 unidades de atendimento em Curitiba, Região Metropolitana, litoral e interior do Paraná, além de um Núcleo Técnico-Operacional localizado em São José dos Pinhais, onde são processados os exames. Com mais de 70 anos de história o Frischmann Aisengart é referência em medicina diagnóstica, realizando mais de três mil diferentes tipos de exames de análises clínicas. Além disso, oferece soluções diferenciadas e alto padrão de atendimento, contando com os serviços de Coleta Domiciliar, Web-Exame, Teste de Paternidade, Exames Toxicológicos, Exames Genéticos e Vacinas. Para mais informações acesse: www.labfa.com.br.