Corinthians vence Fortaleza de virada por 3 a 1 na Arena Castelão

Por UOL ESPORTES 28/07/2019 - 20:58 hs

Não foi lá uma atuação de gala, mas o Corinthians jogou bem por meia hora na noite de hoje e venceu o Fortaleza por 3 a 1, de virada, na Arena Castelão. Pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Timão sofreu gol de Osvaldo mas conseguiu dar a volta no placar com Boselli, Pedrinho e Danilo Avelar.

O Corinthians chega aos 19 pontos e, mesmo com um jogo a menos, encosta na zona de classificação para a Libertadores. No meio de semana, porém, volta as atenções à Copa Sul-Americana pois joga a vida contra o Montevideo Wanderers (URU) na quinta-feira (1º). Já o Fortaleza é 14 no Nacional com 14 pontos, voltando a jogar no clássico contra o Ceará, no sábado (3).

Brilhou de novo: Pedrinho concentra o jogo e se destaca

A exemplo dos últimos jogos, Pedrinho mais uma vez foi o melhor do Corinthians. Nesta noite ele deu assistência precisa para Boselli abrir o placar, depois puxou contra-ataque em jogada individual para fazer o segundo. Não fosse ele, o Alvinegro teria perdido no Castelão.

Não funcionou: Junior Urso passa o jogo apagado

O volante vive fase difícil no Corinthians, cumprindo função tática mas individualmente discreto demais. Pode ter sido importante na marcação, mas teve boa fatia da culpa pela saída de bola lenta - principalmente no primeiro tempo. Michel Macedo e Danilo Avelar também estiveram entre os piores, ainda que o lateral esquerdo tenha se salvado com o golaço que fez para resolver o jogo.

Meia hora de futebol do Corinthians

A mudança de quatro titulares mudou a cara do time, que teve meio-campo tímido e raras chegadas à área. A saída de bola lenta deixou o Corinthians previsível, e a falta de criatividade voltou a ser regra principalmente porque não houve armação de jogadas por dentro. O jogo só funcionou nos pés de Pedrinho, em curto período no segundo tempo: único a tentar jogadas diferentes, o meia criou o lance do gol de Boselli e em seguida fez o dele. Com a vantagem o Timão se soltou a ponto de Danilo Avelar acertar chutaço para fazer o terceiro.

Fortaleza desacelera cedo demais

Mesmo arriscado, o estilo de jogo pelo chão com saídas de bola apertadas encaixou bem contra um Corinthians pouco agressivo. O Fortaleza controlou sem ter a bola, limitou as ações adversárias e foi ligeiramente mais perigoso em um jogo morno. Mas aos poucos foi perdendo ambição até tomar a virada, e então foi incapaz de furar a defesa adversária.

Estratégia de poupar pendurados funciona

Carille poupou boa parte dos atletas pendurados com dois cartões amarelos: Fagner, Jadson, Clayson e Vagner Love começaram no banco de reservas, enquanto Cássio, Danilo Avelar e Junior Urso jogaram sob risco - Sornoza nem viajou para o jogo. No fim nenhum deles foi advertido, e o Corinthians chega inteiro para o clássico contra o Palmeiras na próxima rodada - além de ter poupado quatro titulares para o duelo com o Wanderers pela Sul-Americana.

Cronologia do jogo

A partida começou animada, com os dois times alternando ataques: aos dois minutos Boselli desviou um cruzamento para fora, e logo em seguida Cássio teve que desviar um cruzamento forte de Gabriel Dias para evitar o gol. Depois, bela jogada trabalhada pelo Corinthians rendeu chute arrojado de Mateus Vital; ao que o Fortaleza respondeu com cabeceio perigosíssimo de Kieza.

Daí em diante o Fortaleza incomodou Cássio quatro vezes, como que em aviso de que abriria o placar. E assim foi aos 39 minutos, quando a zaga corintiana se perdeu inteira: Romarinho cruzou, Osvaldo cabeceou livre e Manoel desviou para o próprio gol. O Corinthians só iria melhorar depois que o adversário perdeu seus pontas (Osvaldo e Romarinho foram substituídos), no segundo tempo.

A volta do intervalo teve 20 minutos de marasmo até Pedrinho dar ótima assistência para Boselli cabecear na trave e empatar o jogo no rebote. Pouco depois Mateus Vital puxou contra-ataque, serviu Pedrinho em velocidade e então viu o companheiro engolir Roger Carvalho para virar o jogo em grande jogada. Daí para o final o Corinthians ainda teve tempo de resolver o jogo em lindo chute de Danilo Avelar.