Médico denuncia abuso sexual contra criança violentada pelo avô

08/06/2019 - 11:24 hs

Um médico do Pronto Atendimento de Umuarama denunciou um caso de abuso sexual cometido contra uma menina de apenas 4 anos. O suspeito das agressões é o avô da vítima, que foi atendida na quinta-feira (6).

O profissional constatou os sinais de agressão sexual durante a consulta, em que a criança reclamava de dor nas partes íntimas. A menina contou que o avô havia inserido o dedo em sua vagina enquanto ela tomava banho.

O médico conferiu e notou que o órgão da menina estava inchado. A mãe da menina foi orientada que deveria denunciar o caso à Polícia Militar (PM), mas foi embora com a criança assim que recebeu a notificação.

A PM, no entanto, foi acionada pelo funcionário do hospital e conseguiu o endereço da família com os dados do cadastro feito na unidade. Ao chegar no local, a mãe admitiu que seu pai havia abusado sexualmente da criança. A mulher também alegou que a agressão rompeu o hímen da menina.

A mulher resistiu a dar endereço do pai, com medo de que ele fosse preso. Mãe e criança foram levadas para a delegacia e o Conselho Tutelar foi informado do caso. A Polícia Civil (PC) investiga o caso, mas ainda não informou se o suspeito foi localizado.

Colaboração Gabriela Pontes e Portal da Cidade

Grupo do Click Paraná no WhatsApp 

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

ENTRAR NO GRUPO