Botafogo repassará R$ 6 mi de vendas de jovens a irmãos Moreira Salles

Por Assessoria 28/12/2018 - 10:17 hs

O Botafogo terá que repartir a quantia que receberá pelas vendas de Matheus Fernandes e Igor Rabello. É que o clube tem um acordo para repassar 20% de todas as negociações para quitar dívidas feita com os irmãos Moreira Salles.

Matheus Fernandes foi vendido ao Palmeiras por 3,5 milhões de euros (cerca de R$ 16 milhões). Igor Rabelo, por sua vez, está na iminência de ser negociado com o Atlético-MG por R$ 15 milhões, além da chegada de Gabriel. No total, portanto, o Botafogo terá que repassar R$ 6 milhões aos irmãos.

Além da dívida, o Botafogo ainda tem uma amortização a ser feita pelo investimento no centro de treinamento. Inicialmente, o clube recebeu R$ 25 milhões dos irmãos para realizar compra (R$ 20 milhões) e reforma (R$ 5 milhões) do Espaço Lonier, em Vargem Grande. Para fazer a obra necessária para ter um local de ponta, o alvinegro, no entanto, concluiu que precisaria de R$ 18 milhões.

Assim, o investimento total dos Moreira Salles no centro de treinamento foi de R$ 38 milhões. Ficou acertado que essa quantia será paga com 20% de cada atleta que tenha passado pelas categorias de base do Botafogo após a assinatura do acordo.

Matheus Fernandes e Igor Rabelo já estavam no profissional e, portanto, a verba que entrará no clube não amortizará o investimento feito no centro de treinamento. A informação foi revelada pelo vice-presidente executivo Luís Fernando Santos em reunião do conselho deliberativo. O documento ainda prevê que o pagamento ocorra nos próximos 30 anos.

Para realizar o empréstimo, os irmãos fizeram uma contrapartida. O Botafogo tem dois anos para construir uma escola que ofereça ensino até o final do ensino médio, proporcionando escolaridade para, pelo menos, 60% dos jogadores de base do clube. A operação está em andamento e deve estar em funcionamento a partir de 2020.

Além do centro de treinamento, os irmãos Moreira Salles encomendaram um estudo para auditar as contas do Botafogo e elaborar um modelo que viabilize a compra do futebol do clube. A previsão é que o estudo seja finalizado em março e somente após isso é que eles poderão ter uma ideia de como fazer para "comprarem" o futebol do alvinegro.