Quão bom é o exercício físico para o coração?

Hábito é uma estratégia simples e de baixo custo no combate às doenças cardiovasculares

Por Assessoria 14/05/2018 - 15:16 hs

A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que um programa de atividades físicas aeróbicas de intensidade moderada seja cumprido habitualmente por pessoas entre 18 e 64 anos

 Todos sabem que a prática de atividades físicas é benéfica para o coração, mas quão bom é isso? Um estudo recente publicado na Revista Lancet, uma das mais prestigiadas publicações médicas científicas, pode responder a essa pergunta. Durante sete anos, os pesquisadores acompanharam mais de 130 mil pessoas com idades entre 35 e 70 anos de baixa a alta renda em 17 países. Entre os números da pesquisa é possível identificar uma queda de 20% no risco de problemas cardiovasculares entre os pacientes que praticam exercícios regularmente. 

O cardiologista Dalton Precoma, do Hospital Angelina Caron, alerta para as vantagens da prática de atividades físicas no combate a doenças cardiovasculares como a hipertensão arterial. “Exercitar-se pelo menos duas horas e meia por semana é uma estratégia simples, de fácil aplicação no cotidiano e de baixo custo. O impacto é a redução das mortes por doenças cardiovasculares.” 

A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que um programa de atividades físicas aeróbicas de intensidade moderada seja cumprido habitualmente por pessoas entre 18 e 64 anos. 

“A prática de exercícios físicos reduz o risco de adoecer e morrer de doença coronariana, pressão alta, acidente vascular cerebral, diabetes tipo 2 e síndrome metabólica. Estima-se que 23% da população mundial não atenda à recomendação da OMS. São quase 2 bilhões de pessoas”, explica o especialista. 

O estudo revelou a queda de 20% no risco de doenças cardiovasculares para as pessoas fisicamente ativas e que se exercitaram pelo menos duas horas e meia por semana. O cálculo é de que 8% das mortes no mundo por problemas no coração poderiam ser evitadas se todos atendessem à recomendação da Organização Mundial da Saúde. A doença cardiovascular ocupa o primeiro lugar entre as principais causas de morte no mundo. 

Sobre o Hospital Angelina Caron 

Hospital Angelina Caron está localizado na cidade de Campina Grande do Sul, na Grande Curitiba (PR). De caráter eminentemente social, a instituição é um centro médico-hospitalar de referência no Sul do País e um dos maiores parceiros do Sistema Único de Saúde (SUS) no Paraná. Recebe, anualmente, mais de 400 mil pacientes de todo o país, dos quais 95% pertencem aoSUS. Atua em todas as vertentes da medicina e é um centro tradicional de fomento ao ensino e à pesquisa e atendimentos de alta complexidade em cardiologia, neurologia, oncologia e cirurgia bariátrica.  O setor de transplantes é um dos mais destacados, reconhecido internacionalmente, com cerca de 300 procedimentos por ano nas áreas hepática, renal, reno-pancreática, cardíaca e de tecidos corneanos.

Tags: coração; prevenção; hospital; saúde; curitiba; angelina caron