Filha manda matar pai e madrasta na Lapa

As vítimas Manoel e Eloina. Segundo testemunhas, essa foi a primeira vez que Eloina, que mora em Colombo teria vindo para a Lapa na casa do namorado.

07/05/2018 - 15:03 hs

Um crime chocou os moradores da Lapa no sábado, dia 5 de maio. Durante a madrugada dois jovens invadiram uma casa na rua  Marinaldo do Rocio Cortes Berghauser, no bairro Dib Mane, e mataram a facadas o dono da residência, Manoel Valdomiro Licheski, de 49 anos, e sua namorada Eloina Oliveira, de 47 anos, moradora da cidade de Colombo.
Ainda na madrugada, a filha da vítima, S., de 16 anos, que estava dentro da casa quando o crime ocorreu, acionou a polícia que logo chegou ao local. Eloina ainda se encontrava com vida, foi levada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Lapa, mas não resistiu aos graves ferimentos e faleceu no local. Manoel morreu na hora do crime.

Na casa, a cena que a polícia encontrou mostrava que houve muita violência no crime. Vários cômodos estavam manchados com sangue, indicando que houve um intenso confronto entre os criminosos e as vítimas.

Filha se contradiz e confessa o crime

Logo após o crime a filha de Manoel prestou depoimento à polícia. Ela havia afirmado que  que estava em seu quarto quando ouviu barulhos de luta corporal, ao sair visualizou dois elementos fugindo pela janela da residência, e nesse momento viu seu pai caído sem vida e a namorada dele agonizando. A garota ainda disse que não sabia informar sobre as características dos autores e se contradisse muitas vezes, chamando a atenção da PM. 
Os peritos que foram até o local do crime também encontraram marcas de sangue no quarto da garota.
A polícia entrou em contato com outros familiares de Manoel, que afirmaram que a menina é usuária de drogas e não tinha uma boa relação com o pai.
Pressionada pelos policiais, a menina confessou que mandou matar o seu pai e sua madrasta. A garota afirmou que o crime foi motivado pela rigidez de Manoel. Ela informou que contratou dois rapazes para executar o crime.
Com essas informações, a Polícia conseguiu esclarecer os assassinatos e prender os bandidos ainda no sábado, dia 5. A execução das mortes ficou a cargo de um adolescente, de 16 anos e de um rapaz, de 19 anos, com a promessa de receberem um valor em dinheiro.
De acordo com a polícia, o rapaz de 19 anos possui passagem policial, inclusive estava solto há 40 dias. Os dois autores do crime, junto com a filha de Manoel foram presos e estão à disposição da Justiça.
A dupla de menores responderá por ato infracional equiparado a homicídio triplamente qualificado. Já o rapaz de 19 anos foi autuado em flagrante por homicídio triplamente qualificado e corrupção de menores. Se condenado poderá pegar mais de 30 anos de reclusão.

do Canal da Cidade