Gisele Bündchen brilha na cerimônia de abertura da Olimpíada do Rio 2016

A bordo de look by Alexandre Herchcovitch e sandálias Alexandre Birman, top exibiu sua beleza ao desfilar ao som de Garota de Ipanema

Por Tharick Machado 06/08/2016 - 11:59 hs

Gisele Bündchen fez seu retorno às passarelas nesta sexta-feira (05.08) - mas em um desfile com ares sporty. A über foi destaque da Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos do Rio 2016, realizado no estádio Maracanã, no Rio de Janeiro.Emocionada, a top chorou ao final da sua caminhada em uma longa passarela, de 120 m, a bordo de um longo metalizado do estilista Alexandre Herchcovtich - que demorou quatro meses para ficar pronto - e ao som deGarota de Ipanema, clássico de Tom Jobim. Nos pés, sandálias byAlexandre Birman."Esta é com certeza a passarela mais longa que eu já andei na minha vida e, de longe, com a maior quantidade de pessoas assistindo, por isso é um pouco estressante, devo dizer", comentou a top em entrevista a People. "Este é um momento muito especial para o meu país e estou honrada que eles me convidaram para fazer parte de uma celebração tão especial."Em entrevista à Vogue norte-americana, Alexandre acredita que ela o tenha escolhido como designer por dar preferência a um estilista brasileiro. "Gisele sabe exatamente o que fica bom em seu corpo, e o que não funciona. Ela sempre esteve presente no processo de criação do longo e deu opiniões muito importantes, promovendo mudanças fundamentais", revela. A top curtiu o evento acompanhada dos dois filhos, Benjamin, 5 e Vivian, 3. "Eles são fluentes em Português", comentou Gisele. "Vivi não tem sotaque e Benny tem um pouco mais". Apesar de muitas críticas sobre o aparentemente caótico preparativo para os Jogos Olímpicos, o Zika vírus, a agitação política w as preocupações com a segurança no Rio, Gisele  defendeu a cidade. "Sinto que sempre haverá pessoas julgando e criticando não importa o quê. Eu acredito que há diferentes maneiras de olhar para as coisas, eu sempre opto por concentrar no positivo porque acredito que muito do que criamos vem do que acreditamos."