Mulher não suporta assédio dentro do ônibus e suspeito é preso

O homem estava com as calças abertas e foi detido por outros dois passageiros até a chegada da Guarda Municipal

Por Banda B 06/12/2017 - 14:36 hs

Mulher não suporta assédio dentro do ônibus e suspeito é preso
(Foto: Reprodução/Facebook)

Cansada depois de um dia de trabalho, uma mulher de 25 anos não suportou o assédio de um passageiro dentro do ônibus da linha Curitiba-Araucária, no final da tarde desta terça-feira (5). A passageira gritou ao notar que um homem esfregava as partes íntimas em seu ombro, mesmo com muito espaço dentro do coletivo. Segundo testemunhas, o passageiro estava com as calças abertas. Ele foi detido por outros dois homens que estavam no ônibus até a chegada da Guarda Municipal.

Marido faz buscas e encontra mulher degolada em terreno baldio na região da CIC

A abordagem e a prisão foram feitas no Terminal Vila Angélica. O coordenador da GM de Araucária, Eudes Carlos Ederman, contou que, na delegacia, o homem admitiu que essa não foi a primeira vez. “Recebemos a ligação de vários passageiros e da própria vítima relatando o assédio. Segundo o que foi relatado, o homem estava com as partes íntimas pra fora da calça e se esfregou na vítima. Quando chegamos, o homem estava detido por outros passageiros. Na delegacia, ele admitiu, de maneira informal, que já tinha feito isso outras duas vezes pelo menos”, contou o coordenador.

O homem foi encaminhado para a delegacia. A vítima registrou o Boletim de Ocorrência e ele deve responder processo por assédio sexual. Segundo o coordenador da GM, as mulheres têm denunciado com mais frequência este tipo de abuso. “Infelizmente este tipo de assédio dentro dos ônibus continua acontecendo, mas, felizmente, as mulheres não estão mais tolerando isso. Elas estão denunciando o assédio e isso tem feito com que muitos assediadores acabem na delegacia”, completou.

O homem de 24 anos foi preso e o caso  foi registrado na Delegacia de Araucária. Segundo a GM, ele é morador do bairro Capela Velha e não tem passagens pela polícia.